AMIR/JF - ASSOCIAÇÃO DOS MILITARES DA RESERVA REMUNERADA,
REFORMADOS E PENSIONISTAS DAS FORÇAS ARMADAS.
     Juiz de Fora/MG, Quinta-Feira, 21 de Novembro de 2019. HOME    |    A AMIR    |    CONTATO    |    MAPA DO SITE


       • HOME

       • A AMIR

       • Poderes da AMIR

       • Legislação

       • Aniversariantes

       • Galeria de Fotos

       • ANVFEB

       • Publicações

       • Símbolos da AMIR

       • Lazer

       • Ação Social

       • Localização

       • Como chegar?

       • Notícias

       • Links

       • Contato

       • Mapa do Site



A AMIR

HISTÓRICO:

Em 30 de Agosto de 1990, AMIR nasce para integrar militares da reserva.

Em uma das viagens de turismo a Foz do Iguaçú (Paraná), com um grupo basicamente constituído por militares da reserva, o companheiro "Brigadeiro" Eugênio (da Aeronáutica) sugeriu que se criasse um clube ou associação que congregasse esses militares da reserva, os reformados e as pensionistas.

Jorge de Aguiar Dias e Sady Brittes, que organizavam as viagens, começaram a sondar a criação da associação. Ninguém em sã consciência podia imaginar os inúmeros obstáculos que seriam encontrados no caminho e que tiveram de ser suplantados para a fundação da entidade.

Foram estudados prós e contras, além da Constituição Federal e o Estatuto dos Militares.

Uma das primeiras providências do grupo foi encontrar cópia de estatutos de alguma recém criada associação de militares da reserva como ponto de partida para a fundação da AMIR.

Superados todos os obstáculos que foram surgindo, finalmente, no dia 30 de agosto de 1990, por unanimidade, foi fundada a nossa AMIR, e nesta reunião feita para organizar os trabalhos da AMIR, foram debatidos vários assuntos e sugerido que se fizesse uma eleição provisória, a fim de que a Associação tivesse uma Diretoria que se responsabilizasse por ela.

Nessa reunião, Jorge de Aguiar Dias foi eleito por aclamação para o cargo de Presidente da AMIR (fato registrado em ata). Mas, a luta para o progresso da entidade continuava... e se hoje somos uma associação sólida e com expressivo número de associados, devemos isso ao esforço e dedicação dos que por aqui passaram.

Cientes de que estava tudo na mais perfeita legalidade, foi dado o pontapé inicial. Alguns companheiros foram convidados para uma reunião numa sala cedida gentilmente pelo amigo Tavares.

No encontro, compareceram Jorge de Aguair Dias, Sady Brittes, Antônio Florentino da Silva, Washington Lemos de Carvalho, Renato Lopes Cordeiro, Sebastião Lourenço da Silva, Antônio Ferreira Gomes, Ítalo da Silva Barbério, Waldir de Oliveira, Joaquim Santos Castanhede, Geraldo do Nascimento, Antônio Vicente da Silva, João Baptista Pereira e Jose Ferreira Lima Filho.

Hoje, a Associação é conhecida como uma entidade voltada para preceitos democráticos-cristãos. O objetivo da AMIR é zelar e defender os interesses e, trabalhar para o bem estar dos seus associados e dependentes. Assim é a AMIR que brotou dos anseios daquele grupo inicial, que lutou em busca de maior apoio e congregação da classe dos militares inativos e pensionistas do Exército, Marinha e Aeronáutica.

A entidade tem trabalhado sério na tarefa diária de assistir aos companheiros que, após um longo período na caserna, passam para a inatividade e, que por lei natural, mais cedo ou mais tarde, perdem ou vão perdendo o vínculo com os que ficaram na ativa. Tendo em vista a manutenção desta convivência, nasceu a entidade. Ainda hoje, uma criança - pelo pouco tempo de existência - mas, que vislumbra um horizonte promissor. É verdade que muitas barreiras já fora transpostas e os obstáculos superados.

Durante uma reunião, realizada em agosto de 1991 um grupo bem maior de companheiros compareceu e elegeu uma Diretoria com todos os componentes estatutários. Mais uma vez Jorge Aguiar Dias foi eleito para presidir o destino da AMIR, por um período de dois anos. Já não tínhamos mais dúvida, a entidade estava consolidada.



HOMENAGEM AOS FUNDADORES


Prestamos nesta oportunidade aos 100 primeiros associados que foram considerados, os fundadores da AMIR/JF.

0001 - JORGE DE AGUIAR DIAS (exclusão a pedido)
0002 - SADY BRITTES
0003 - ANTONIO FLORENTINO DA SILVA (in memorian)
0004 - WASHINGTON LEMOS DE CARVALHO (in memorian)
0005 - RENATO LOPES CORDEIRO
0006 - SEBASTIÃO FLORENTINO DA SILVA (in memorian)
0007 - JOÃO FRANCISCO PESTANO
0008 - SEBASTIÃO LOURENÇO DA SILVA (in memorian)
0009 - ANTONIO FERREIRA GOMES (in memorian)
0010 - ITALO DA SILVA BARBERIO
0011 - WALDIR DE OLIVEIRA (in memorian)
0012 - OLYMPIO TRINDADE DE ALMEIRA
0013 - JOAQUIM SANTOS CANTANHEDE
0014 - GERALDO DO NASCIMENTO (in memorian)
0015 - HELIO RODRIGUES DORNELLAS
0016 - EDSON GUILHERME GALLO
0017 - ELCIO RIBEIRO DA SILVA
0018 - GERALDO BENTO DOS SANTOS (in memorian)
0019 - JOÃO CANUTO DE SOUZA
0020 - JOSÉ CARLOS MATILDES DOS REIS
0021 - FRANCISCO DE SOUZA CALDAS
0022 - VICENTE LUIZ SOARES
0023 - SEBASTIÃO JOSÉ DE CASTRO (in memorian)
0024 - ANTONIO VICENTE DA SILVA (in memorian)
0025 - JOSE ALVES DE OLIVEIRA
0026 - LUIZ GONZAGA
0027 - MANOEL JOSE FERNANDES
0028 - HUDSON COELHO RODRIGUES (in memorian)
0029 - WALMYR CORRÊA DE SÁ
0030 - JOÃO BAPTISTA PEREIRA (in memorian)
0031 - JOÃO RAYMUNDO RUFFO
0032 - LUIZ DOURADO DE FARIAS (in memorian)
0033 - FERNANDO NOGUEIRA GARCIA (in memorian)
0034 - LUIZ CARLOS DOS SANTOS (in memorian)
0035 - ADÃO SGUIZZATTO
0036 - ARMANDO BELLO TEIXEIRA
0037 - ANTONIO REGINATO
0038 - JOSÉ BORGES DA SILVA (in memorian)
0039 - VICENTE ESTEVAM TEIXEIRA (in memorian)
0040 - WILSON SANTOS (in memorian)
0041 - PEDRO DE OLIVEIRA
0042 - MURILO PERNISA
0043 - JOSÉ ROSSI E VASCONCELOS (exclusão a pedido)
0044 - BALTHASAR GONÇALVES BRAGA (in memorian)
0045 - WALTER DA FONSECA E SILVA (in memorian)
0046 - NELSON DE PAULA REIS
0047 - JOAQUIM PEDRO VIEIRA (in memorian)
0048 - JOSE NEVES DE OLIVEIRA (in memorian)
0049 - MOACYR WERPEL PESSOA
0050 - ROMEU DUARTE DA SILVA (in memorian)
0051 - ARNOLDO EBERLE (in memorian)
0052 - GILSON GONZAGA VALLE DA COSTA (in memorian)
0053 - JOSE FERREIRA LIMA FILHO (in memorian)
0054 - LAUDIR DE FREITAS CARDOSO
0055 - DIRCEU SOARES
0056 - JOSE CELESTINO LOPES
0057 - VANIR RODRIGUES
0058 - JOSE EGYDIO NUNES (in memorian)
0059 - ALBERTO SPECK
0060 - WILSON DE CASTRO
0061 - JEFFERSON FILGUEIRAS
0062 - RONALD DURÃO MEZIAT (in memorian)
0063 - CHARLES UBIRAJARA TAVARES (in memorian)
0064 - SALOMÃO ABUD (in memorian)
0065 - EZEQUIEL GONZAGA FERREIRA
0066 - EPAMINONDAS DE OLIVEIRA (in memorian)
0067 - ENIO COSTA
0068 - JUVENAL ROSA BATISTA
0069 - SERAPHIM FREIRE DE LIMA (in memorian)
0070 - WALMIR MARQUES CARVALHO (in memorian)
0071 - ALAOR ZARANTONELLO DA FONSECA
0072 - JOSE ANTONIO DA ROCHA FILHO
0073 - ADAIR JOSE TEIXEIRA (in memorian)
0074 - AGENOR LOBO DE LIMA
0075 - ALLAN MACHADO RENAULT (in memorian)
0076 - ANTONIO CARLOS DE AGUIAR
0077 - ANTONIO CARLOS RIBEIRO
0078 - ANTONIO DA SILVA MIRANDA (in memorian)
0079 - ANTONIO JANUARIO TAVARES (in memorian)
0080 - AOD DUARTE (in memorian)
0081 - ARLINDO HENRIQUE MATOS FARIA (in memorian)
0082 - ARNALDO FERREIRA (in memorian)
0083 - AUGUSTO COSTA DOS SANTOS
0084 - EDIVENES ANTONIO GONÇALVES
0085 - EDWARD APPARECIDO MARTINS
0086 - ELMO DAVID CANIATO (in memorian)
0087 - AGENOR LINS GAJAZEIRAS (in memorian)
0088 - FABIANO JOSE PINTO DE LIMA
0089 - JOSE LOURENÇO DA SILVA (in memorian)
0090 - JOSE MAURICIO
0091 - LAZARO EREMITA DE SÃO JOSE (in memorian)
0092 - LEONIDAS DE OLIVEIRA (in memorian)
0093 - LUIZ ROTONDO (in memorian)
0094 - MAURO GARCIA SIQUEIRA
0095 - NIZOMAR RIBEIRO DE SOUZA
0096 - MERCEDES BRAGA DE CARVALHO
0097 - ODILON LAGE
0098 - OSMAR FRANÇA (in memorian)
0099 - PAULO ANTONIO FREIRE
0100 - WALDIR MARTINS



HISTÓRICO DAS SEDES:

A AMIR teve como sua primeira sede provisória as instalações da garagem da então viação Rio Preto, situada à Rua Batista de Oliveira, nº 1.055 - Centro, onde permaneceu pelo período de um ano com muito sacrifício, tendo por diversas vezes as necessidades dos associados se cotizarem para que o pagamento do aluguel fosse realizado.

Em 16 de Abril de 2002, já com as finanças equilibradas, houve a mudança para um novo endereço à Rua Halfeld, nº 513, Salas 322 e 323 - Centro, onde permaneceu até Setembro de 1993.

Em Outubro de 1993, sempre procurando dar mais conforto ao quadro associativo, novamente a Associação foi transferida para um outro imóvel sito à Rua Marechal Deodoro, nº 197, 2º piso, onde ficou até dezembro de 1995.

Em Janeiro de 1996 foi alugado um novo espaço composto de um andar inteiro do prédio sito à Rua São Sebastião, nº 467, 3º piso, no qual foi possível proporcionar ambiente confortável e salutar aos associados, possibilitando a utilização de dois ambientes, um para a parte de recreação e outro para atendimento administrativo.

Depois de 12 anos neste último endereço, finalmente foi concretizado o sonho da sede própria, composta de dois pavimentos. Ao ser inaugurada esta magnífica sede, é mister parabenizar todos os associados que sempre apoiaram e estiveram lado a lado com as diversas diretorias nesta empreitada.

Os associados da AMIR são a razão maior da existência desta Casa que tanto enobrece os militares da reserva remunerada, reformados e pensionistas de Juiz de Fora, de Minas e do nosso amado Brasil.



PLACA DE INAUGURAÇÃO DA SEDE PRÓPRIA:




HOMENAGEM AO PATRONO:


CAP QOA ANTÔNIO FLORENTINO DA SILVA
O associado fundador, matrícula nº 003, Cap QOA Antônio Florentino da Silva, foi considerado Patrono da AMIR/JF em resolução do Conselho Deliberativo, de 07/07/1993, passando a constar do Estatuto Social por sugestão do associado fundador Sady Brittes, na Assembléia Geral de 18/04/1994. O título de patrono lhe foi outorgado, “post-mortem”, em gratidão e homenagem pelos relevantes e bons serviços prestados a AMIR/JF.



SEDE PRÓPRIA DA AMIR:

Planta baixa:

Colaboraram com a construção da sede: